• Thais Rodella

ANO NOVO, VIDA NOVA. SERÁ?

Mais um fim de ano chegando e muitas vezes sentimos que o tempo está passando, sem a gente reparar. Sem que você possa fazer tudo aquilo que você queria, sonhava ou simplesmente se comprometeu.


Onde estão as suas 24h? Onde você “colocou” seus 365 dias? A época da virada é sempre marcada, em maior ou menor grau, por certa reflexão. É quando paramos para dar uma última olhadinha para trás, e quando nos abrimos esperançosos para os dias que virão, como se o simples fato de trocarmos nosso velho calendário por um novo, pudesse nos tornar pessoas diferentes, melhores e até mais felizes talvez. O que posso afirmar, é que não simplesmente deixando o tempo passar, que isso acontecerá.


E quem você escolherá ser nesse próximo ano? Como estará sua vida? Preste atenção em você e escute verdadeiramente: O QUE VOCÊ QUER MUDAR? O QUE VOCÊ QUER MANTER? O QUE VOCÊ QUER EXCLUIR? Não basta ter boas intenções para suas atitudes, é preciso toma-las. Assuma sua realidade, seu trabalho, sua casa, sua rotina e transforme para melhor, ou se contente em continuar com as mesmas queixas, os mesmos problemas, o mesmo desânimo, o mesmo discurso. Nada mudará, enquanto você for o mesmo. E esse novo “eu”, só se fortalecerá caso você se comprometa com ele.


Eu tenho muitos amigos, inclusive eu, que gostam de fazer listas no final do ano. Eu realmente acho que é uma ideia interessante e útil. Quando colocamos as coisas no papel, lhes conferimos corpo, é como se as tornássemos mais reais, e portanto mais poderosas. Mas o que acontece é que muitas vezes fazemos listas de intenções e esperamos que alguém faça aquilo tudo acontecer .

- Quem?

- Sei lá!


Pensamos, mas alguém tem que fazer isso dar certo! (nem nos passa pela cabeça que aquela é a NOSSA lista e que somos nós que precisamos lutar para que ela se torne real). Então, como traçar essa lista para que possa ser mais realista possível?


  • Se você quer optar pela lista, leve isso a sério. Vá para um lugar mais silencioso, para que possa se concentrar. Nesse momento, faça uma retrospectiva de tudo o que vem acontecendo na sua vida.

  • Comece a projetar situações que você gostaria de estar, pessoas que gostaria de se relacionar, experiências que gostaria de viver. Então imagine que tudo o que pode estar desequilibrado na sua vida atual, se solucionou. Como unir tudo isso? O que você precisa fazer para aquelas projeções serem reais? Como é e quem você é na vida que gostaria? E agora comece a listar.


Como tenho insistido ao longo do texto, mas só escreva aquilo com o que você sentir que realmente possa se comprometer. É melhor uma lista de um único item com o qual você se comprometa do que uma imensa lista que você esquecerá aos quinze minutos do ano seguinte, afinal para cada item, ao longo do ano, você deverá desenvolver planos de ações específicos para concretiza-los. Não se esqueça de guardar sua lista (principalmente em momentos que se sentir perdido) para te guiar.


Um belíssimo ano novo, próspero, saudável e cheio de harmonia.


Conte com o meu apoio.


Tha Rodella

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo